cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

[ad_1]

É muito comum experimentar refluxo ácido ocasional. A maioria das pessoas acha que certos alimentos desencadeiam sintomas mais do que outros. Um possível culpado é o chocolate.

Às vezes, o esfíncter inferior do esôfago (LES), que mantém o conteúdo do estômago no lugar, libera ácido estomacal de volta ao esôfago. O esôfago é o tubo que transporta alimentos diretamente para o estômago.

O alimento parcialmente digerido e o ácido estomacal irritam o esôfago, o que cria uma sensação de queimação no peito.

Essa sensação tem muitos nomes, incluindo:

Neste artigo, saiba mais sobre a ligação entre chocolate e refluxo ácido, bem como quais outros alimentos evitar.

refluxo ácido e chocolateCompartilhar no Pinterest
Alimentos com alto teor de gordura, como chocolate, podem contribuir para o refluxo ácido.

De acordo com a Academia de Nutrição e Dietética, existe uma ligação entre o chocolate e o refluxo ácido.

Alimentos com alto teor de gordura, como chocolate, batatas fritas, bacon, queijo e frituras, diminuem a taxa de esvaziamento do estômago.

Esses alimentos também fazem com que o LES, o músculo valvular que impede que o conteúdo do estômago flua para trás no esôfago, relaxe.

Como resultado, o ácido estomacal sobe pelo esôfago e expõe o tecido sensível ao ácido, possivelmente por longos períodos.

O chocolate também contém metilxantina, uma substância natural que estimula o coração e relaxa o tecido muscular liso.

Essas características podem às vezes ser úteis, por exemplo, no tratamento da asma, porque ajuda as pessoas a sentirem como se suas vias aéreas estivessem se abrindo.

No entanto, em pessoas com refluxo ácido regular, a metilxantina também relaxa o LES, criando mais oportunidades para o ácido do estômago irritar o esôfago.

caril de refluxo ácido e chocolateCompartilhar no Pinterest
Alimentos condimentados podem provocar azia.

Além do chocolate, outros alimentos e bebidas são gatilhos conhecidos para a azia, incluindo:

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
  • comidas gordurosas
  • frutas cítricas
  • alimentos picantes
  • tomates e produtos à base de tomate
  • hortelã
  • cebolas
  • café
  • álcool
  • bebidas carbonatadas

Nem todo mundo recebe refluxo ácido de todos esses alimentos, e haverá alimentos que não estão nesta lista que ativam sintomas para algumas pessoas.

A dieta tem um efeito significativo no refluxo ácido. Os seguintes fatores também são possíveis causas:

  • tabagismo ou exposição ao fumo passivo
  • estar acima do peso
  • anti-histamínicos
  • sedativos
  • anti-inflamatórios não esteróides (AINEs)
  • medicamentos para asma e pressão alta
  • gravidez
  • hérnia hiatal

Pessoas que procuram prevenir o refluxo ácido podem começar mantendo um diário alimentar. Anotar o que e quando comem e como se sentem depois pode ajudar as pessoas a identificar – e depois evitar – seus alimentos desencadeantes.

O café pode ser particularmente problemático para pessoas que sofrem de refluxo ácido. Como o chocolate, ele contém metilxantina, que incentiva o LES a relaxar.

O café também incentiva a produção de secreções gástricas, que são muito ácidas e podem promover azia.

A pimenta é um dos ingredientes principais em muitos pratos apimentados devido ao seu teor de capsaicina. Segundo a pesquisa, a capsaicina também pode causar azia a algumas pessoas.

Pessoas que tentam evitar alimentos fritos e gordurosos podem fazer substituições simples, como optar por uma batata assada em vez de batatas fritas. No entanto, a atenção aos detalhes é fundamental, pois cobrir a batata assada com manteiga ou creme de leite pode causar sintomas.

Álcool, bebidas carbonatadas e alguns alimentos – como hortelã, tomate e frutas cítricas – podem não causar refluxo ácido por conta própria, mas podem agravar os danos prévios ao esôfago.

É comum que as pessoas tenham episódios ocasionais de refluxo ácido. O American College of Gastroenterology informa que mais de 60 milhões de pessoas nos Estados Unidos apresentam sintomas de refluxo ácido pelo menos uma vez por mês.

Para evitar desconforto e risco de complicações, como danos ao esôfago, as pessoas podem tomar medidas para reduzir os sintomas.

Como existe um vínculo entre comer chocolate e episódios de refluxo ácido, as pessoas com indigestão frequente devem considerar reduzir o chocolate e outros fatores, como álcool, café e alimentos gordurosos.

Fazer mudanças na dieta, perder peso excessivo, vestir roupas largas e não comer por algumas horas antes de dormir pode ajudar a maioria das pessoas a lidar com o refluxo ácido ocasional. Outros podem precisar tomar antiácidos de venda livre ou consultar o médico para outras opções de tratamento.

[ad_2]

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *